De acordo com relatório da polícia, o garoto de 7 anos de idade, foi empurrado pelo pai que está foragido.

A polícia do resort de Nieuwe Haven, recebeu uma chamada na tarde de segunda-feira, 16 de abril, informando que um garoto teria sido empurrado da ponte Jules Wijdenbosch por um homem.
No site da KPS, a polícia informa que o menino foi salvo da morte por afogamento graças a tripulação de um barco que estava nas imediações no momento em que o garoto caiu na água e saltaram no rio para resgatá-lo. Após ser retirada do rio com vida, a vítima foi então levada á Emergência Médica do Hospital Acadêmico de Paramaribo e depois transferida para a Unidade de Terapia Intensiva onde permanece internada.

Publicidade

A investigação da polícia revelou que o menino foi levado para a ponte pelo próprio pai na segunda-feira (16) e depois empurrado para o rio.
Segundo a mãe, seu parceiro deixou a casa em estado de embriaguez e retirou o menino da escola. Quando percebeu que seu filho não voltou para casa, ela ligou para o marido. O filho atendeu o telefone do pai por volta das 3 da tarde, mas o garoto não conseguiu indicar para a mãe o local onde os dois estavam. A mulher então se dirigiu á delegacia de polícia de Nieuwe Haven, onde lhe informaram que um menino havia sido empurrado da ponte Jules Wijdenbosch e que estava internado no Hospital Acadêmico de Paramaribo.

Depois de ser conduzida ao hospital em uma viatura da polícia, a mulher confirmou que se tratava de seu filho de 7 anos de idade.

O pai que atentou contra a vida do próprio filho está foragido e a investigação sobre o caso foi transferida para o Departamento de Polícia da Juventude.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar