Um pai foi condenado à prisão perpétua por estuprar sua filha de 9 anos de idade junto de um amigo dele.

O acusado pegou a garota quando ele estava bêbado, e a atacou juntamente com um amigo. O caso aconteceu na Índia. Seu cúmplice recebeu pena de prisão de 12 anos.

Publicidade

O caso foi julgado por um tribunal de Nova Déli, e o juiz Gautam Manan disse: “As crianças têm direito a esperar o melhor de seus pais, em termos de cuidados e amor paternal, o que eles podem eventualmente receber. Mas o presidiário deu a sua filha tal traição de fé de relacionamento, que seria realmente difícil para ela esquecer.”

Uma queixa foi inicialmente apresentada pela mãe da vítima contra seu marido e o cúmplice dele, em maio 2012.

O juiz disse que o “acusado, apesar de ser o pai da vítima, não só a agrediu sexualmente, mas também permitiu um outro homem de abusar sexualmente de sua filha.”

O pai, que não foi identificado, e seu cúmplice, Akash, de 20 anos, também foram multados e condenados à pagar um valor à vítima.

Os dois foram condenados com base no testemunho da vítima e em um relatório médico que mostrava que ela havia sido estuprada.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: DailyMail

Comentar

Comentar