Foto: Reprodução

Dikkop será o próximo prospecto de exploração a ser perfurado no bloco offshore 58 do Suriname , de acordo com o executivo-chefe da APA , John Christmann. A empresa sediada em Houston tem uma participação de 50% na área e a operadora Total detém a outra metade.

O prospecto será perfurado usando o Maersk Valiant após as operações no poço de exploração de Krabdagu , disse o CEO durante a teleconferência de resultados do primeiro trimestre da APA. “No bloco 58, estamos focados em perfurar uma lista priorizada de poços de exploração e avaliação na porção central do bloco para avaliar e avaliar o escopo e a escala dos recursos para sustentar e otimizar um potencial primeiro desenvolvimento”, disse ele.

Publicidade

“O poço Dikkop está na frente do cronograma. É um poço que a Total realmente gosta com algumas reservas significativas em potencial… nós o vemos como um risco um pouco maior, maior recompensa porque ele tem alguns atributos sísmicos diferentes dos que testamos, mas tem o potencial de desbloquear, eu diria alguns prospectividade de acompanhamento”, acrescentou o vice-presidente sênior de exploração Tracey Henderson.

Christmann destacou que a APA aumentou sua orientação de capex para 2022 em 8%, para US$ 1,725 ​​bilhão. “Aproximadamente metade desse aumento está associado ao Suriname, pois agora planejamos manter o navio-sonda Noble Gerry de Souza no país após a conclusão do poço Rasper no bloco 53 ”, disse ele.

 

Comentar

Comentar