Foto: Petrobras

A descoberta de enormes reservas de petróleo e gás no Suriname e na Guiana oferece aos dois países uma oportunidade única de desenvolver suas economias por meio de um modelo específico, sem impactar negativamente os recursos. O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), portanto, os apoia na criação da infraestrutura para isso e na construção de boas estruturas de gestão.

Esse discurso surgiu durante uma mesa redonda entre o presidente do BID, Mauricio Claver-Carone, e jornalistas do Caribe. Questionado, ele afirmou que já foi aprovado um programa para o Suriname, mas que o projeto de apoio à Guiana precisa ser analisado mais de perto.

Publicidade

O chefe do BID se debruçou sobre a produção de petróleo em larga escala pela Guiana e em breve pelo Suriname. “Não temos controle sobre a história e o momento. Não é nossa culpa que a Guiana e o Suriname tenham descoberto esses recursos no século 21, e não no século 20, quando era permitido explorar esses recursos. Também não é nossa culpa que a Guiana e Suriname agora encontraram essas fontes, enquanto o resto do mundo está mudando para energia verde.”

O banco irá, portanto, ajudar os dois países a explorar os recursos enquanto os ajuda a fazer a transição para fontes de energia verdes e sustentáveis. O BID ajudará a garantir que eles e seu povo não sejam punidos pelo mau momento das descobertas de petróleo “porque isso seria injusto”. As lições aprendidas de outros países ajudarão a Guiana e o Suriname a explorar o petróleo e o gás de forma sustentável e inclusiva que beneficie a população. Isso nunca foi feito antes, segundo o presidente do BID.

Comentar

Comentar