Uma mulher foi presa em Shenzhen, na China, com 102 iPhones e relógios presos ao corpo, o que a deixou cerca de 20 quilos mais pesada. O caso aconteceu na terça-feira passada (11). A mulher foi apelidada pela imprensa local de “Mulher de Ferro”.

Os funcionários da alfândega abordaram a suspeita depois de reparar um “inchaço” no corpo dela, além de ter disparado o alarme no detector de metais. Os oficiais da alfândega revistaram e descobriram iPhones de vários modelos e 15 relógios de pulso de luxo.

Publicidade

O recorde de contrabando de iPhones na China foi registrado em 2015. Foram 146 celulares atrelados ao corpo. Naquele mesmo ano, um homem tentou passar com 94 aparelhos.

Fonte: Exame

 

Comentar

Comentar