A ex-funcionária do KFC que assumiu a autoria do assassinato de Marjorie Willems (55) vai permanecer sob custódia da polícia até o julgamento.

De acordo com a decisão do juíz que levou em consideração a gravidade do caso, a jovem de 22 anos de idade, vai permanecer na prisão.

Publicidade

Segundo informações da advogada de defesa que mantem contato regular com a acusada, sua cliente ainda não falou com ela sobre a confissão dada a polícia. CR de 22 anos de idade, foi presa no dia 9 de julho, depois que a polícia analisou as imagens das câmeras internas do restaurante KFC que fica localizado na rua Wilhelminastraat, em Paramaribo.

“Toda a sociedade está chocada e quer saber mais, mas a investigação não revela tudo”, disse a advogada Maureen Nibte na terça-feira, 1 de agosto. A advogada informou ainda que devido à gravidade do caso, solicitou ao Ministério Público que a acusada fosse interrogada por um psicólogo ou psiquiatra e informou para a imprensa que ainda não teve a oportunidade de falar com o acusada sobre sua confissão e a verdadeira razão para o assassinato. “O assunto é bastante sensível e eu preciso conquistar a confiança dela antes de entrar no assunto” salientou a advogada.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar