spot_img
spot_img

Motorista de taxi foi preso por não devolver o celular de uma cliente no Suriname

Atualizado há

Apesar de ser uma prática comum entre taxistas desonestos em Paramaribo, desta vez o final foi diferente.

O taxista se deu mal quando resolveu presentear sua esposa com o aparelho celular de uma cliente que foi esquecido no táxi.

O telefone celular foi esquecido por uma cliente na segunda-feira passada no carro do taxista Ricardo C. quando a cliente estava a caminho de sua casa.

A dona do aparelho ligou para tentar localizar o aparelho, mas não houve resposta. Foi então que a cliente lembrou que a última vez que ela usou o aparelho foi enquanto estava no táxi do acusado.

Depois de várias tentativas ligando para o número e sem obter resposta, a cliente decidiu ir a polícia fazer uma ocorrência relatando que seu telefone havia sido roubado e que a última vez que usou seu celular estava no interior de um táxi a caminho de sua casa. A vítima informou para a polícia o endereço e o telefone da garagem e o taxista foi chamado para dar explicações sobre o desaparecimento do celular.

Depois de negar várias vezes, o taxista acabou confessando para os policiais que ficou com o celular para dar de presente para sua esposa. O acusado foi detido e transferido para a delegacia por não ter notificado a polícia sobre o celular esquecido em seu táxi e por não ter respondido as chamadas feitas pela proprietária do aparelho caracterizando a prática de roubo e apropriação indébita.

Apropriação indébita é o crime que consiste no apoderamento de coisa alheia móvel, sem o consentimento do proprietário”.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: