— Foto: Directoraat Volkscommunicatie

Os residentes dos projetos habitacionais da P&D Imobiliária, em Helena Christina e Altona Village 1 e 2, pediram ajuda e proteção ao vice-presidente Ronnie Brunswijk. Os moradores alegam que suas residências apresentaram problemas estruturais.

“Esses moradores compraram casas em condições que mais tarde se revelaram incorretas. Temos uma petição em nome das vítimas. Nesta carta, o grupo pede, entre outras coisas, proteção do VP contra termos e condições injustas do vendedor”, disse Tatiana Lame, residente na região.

Publicidade

Eles solicitam que o governo abra uma investigação sobre os aspectos jurídicos e sociais desses projetos. “Isto no que se refere à informação falsa do vendedor, à forma como é redigida a licença de construção e às disposições constantes do contrato”, completou Tatiana.

Segundo o vendedor, os lotes são próprios. Depois, verifica-se que se trata de terrenos arrendados, explicou uma moradora. Ela também indica na petição que o terreno é impróprio para moradia. “Acontece que o destino dos lotes foi alterado pelo vendedor de agricultura para habitação”, concluiu.

“Estamos atentos aos moradores desses empreendimentos. Vamos levar este assunto ao Conselho de Ministros. Uma reunião de acompanhamento será feita com as partes lesadas para melhor discutir o assunto”, finalizou Ronnie Brunswijk ao final da reunião.

Comentar

Comentar