Moradores que alugaram casas nos projetos do governo, Sophia’s Lust e Helena Christina em Coronie, têm agora a oportunidade de comprar os imóveis. O Ministro de Assuntos Sociais e Habitação, André Misiekaba, anunciou a nova medida em uma reunião com os moradores do projeto Sophia’s Lust, no último domingo, 7 de Julho.

As casas estão sob a administração da Fundação Habitacional do Suriname. O ministro Misiekaba falou que a Fundação está fazendo um ótimo trabalho e que as próximas ações devem ser mantidas com base no que já vem sendo realizado. O ministro diz que há atrasos nos aluguéis, por parte de alguns moradores, mas também indicou que não é a favor de cancelar os contratos. Ele citou que existe um acordo entre os moradores e a Fundação da Habitação e que isso deve ser observado. Para aqueles com um grande atraso, um acordo de pagamento será feito, diz o ministro.

Tratam-se de um total de 95 pessoas em Sophia’s Lust que alugaram uma casa através da Public Housing Foundation. “Se a fundação não tem renda, não pode ajudar outros cidadãos que precisam de moradia”, disse o ministro, se referindo aos alugueis atrasados. O governo que agora abre a possibilidade para que os moradores comprem as residências, também trabalhará para garantir que, uma vez que tenham comprado as propriedades, as terras também sejam colocadas no nome dos cidadãos.

Segundo Misiekaba, existem duas condições importantes para combater a pobreza: habitação e emprego. Ele convocou as pessoas a darem prioridade à compra das casas para que, posteriormente, tenham espaço para renová-las ou expandi-las. O ministério também terá uma reunião com os moradores do projeto Helena Christina em Coronie em uma data posterior. Alguns moradores indicaram estar satisfeitos com a solução do governo.

Foto: Stichting Volkshuisvesting Suriname

Deixe seu comentário abaixo.