Sieglien Burleson, Ministra do Comércio e Indústria, esteve reunido com representantes das distribuidoras e das companhias petrolíferas para falar sobre o fornecimento de combustível em relação ao reajuste dos preços.

Na reunião ficou definido que todo o combustível em estoque com os atuais preços de bomba seriam vendidos para os consumidores e somente depois de zerar o antigo estoque, os preços seriam reajustados nas distribuidoras e postos.

Publicidade

A ministra Sieglien vai se encontrar na próxima semana com os partidos e outros funcionários do governo para garantir a continuação do fornecimento de combustível e estabelecer os novos preços na bomba.

Sieglien fez um alerta a sociedade para economizar combustível para o caso de uma possível escassez do produto antes de um novo reajuste. A ministra lembrou também a sociedade que está proibida a compra de combustível em grandes quantidades, o transporte e armazenamento em tanques e tambores.

Em caso de abuso de preços e o não cumprimento das ordens estabelecidas por lei a sociedade deve procurar a polícia para denunciar.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar