O Ministério Público (MP) do Suriname sinalizou que deve denunciar o ministro das finanças, Gillmore Hoefdraad, por participação no esquema criminoso que envolve o ex-comandante do Banco Central (CBvS), Robert van Trikt. O ex-gestor é acusado de vários crimes, entre os quais, lavagem de dinheiro e superfaturamento em compra de carros.

Saiba mais:

Publicidade

Baidjnath-Panday, procurador-geral do MP, enviou ofício à Assembleia Nacional para formalizar o indiciamento do ministro. A reclamação é acompanhada de uma declaração contendo uma descrição factual dos crimes, dos quais Hoefdraad estaria envolvido. O Parlamento ainda não se pronunciou sobre o caso.

Foto: LPM News

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar