O estado está enfrentando atualmente uma dívida de SRD 6 bilhões principalmente com fornecedores de bens e serviços.

A situação é tal que existe a possibilidade de cortes nos salários pagos aos funcionários do governo e foi solicitado a todos os ministros que apertem ainda mais o cinto.

Publicidade

Ministros terão de cortar gastos mais do que nunca para que o governo possa equilibrar as contas e pagar as dívidas acumuladas durante o governo do presidente Desi Bouterse. O ministro das Finanças, Andy Rúsland, anunciou isto através de uma circular passada a todos os ministérios e é provável que os funcionários do governo sejam proibidos de fazer horas extras.

Nos últimos meses, a dívida, que excede SRD 6 bilhões, aumentou ainda mais e o estado tem um problema de pagamento porque as receitas têm caído drasticamente devido a queda nos preços do petróleo e do ouro no mercado internacional.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar