— Foto: Luiz Paulo

Devido ao calor contínuo, o Ministério da Educação, Ciência e Cultura do Suriname decidiu que as escolas podem fechar mais cedo a partir da próxima terça-feira, 20, até sexta-feira, 13 de novembro. Em algumas turmas, a temperatura atingiu 35 graus “e isso não é saudável tanto para os alunos quanto para os professores”, disse o governo, em comunicado.

Marie Levens — Foto: Luiz Paulo

Segundo o Ministério, as escolas primárias fecharão 11h30 e as VOJ e VOS às 12h. Com a decisão, diminuirá a quantidade de horas-aulas, o que foi contornado pela ministra Marie Levens. “Temos uma crise de COVID-19, temos calor excessivo e você não pode fingir que não há cobiça e nem calor. Veremos como o ano letivo pode ser concluído com sucesso. Vamos tomar outras providências também”, diz ela.

Publicidade

Também foi decidido que as crianças com menos de 12 anos não precisam mais usar protetores bucais e nasais, como determinaram as descobertas científicas das autoridades de saúde. “Mais e mais pesquisas têm sido feitas mostrando que crianças com menos de 12 anos são incapazes de infectar outras pessoas”, reiterou.

Comentar

Comentar