Na audiência de quinta-feira, 06 de  novembro, a procuradoria absolveu os suspeitos S.K. e M.P. da acusação de assassinato.

 A defesa alegou que o local onde o corpo  de Melvin Nakchedi de 29 anos, foi encontrado no dia 31 de outubro de 2011, é um local onde se tem acesso somente pela propriedade dos irmãos Chotkan. Afirmou Astrid Niamat, do Ministério Público.

Publicidade

Os irmãos Chotkan afirmaram anteriormente que eles correram para o local do crime logo depois de terem ouvido cinco tiros. Tanto a espingarda quanto as balas eram de S.K.  Ele havia emprestado à vítima, mas por medo da polícia, ele tirou a arma do local do crime.

Segundo Niamat não foi detectado nenhuma outra acusação neste caso. Declarações da polícia revelaram que a vítima foi baleada à queima roupa e atualmente S. K. e M. P. estão em liberdade.

Nakchedi foi encontrado morto em um buraco de pesca na plantação Stam, que fica em Jagtlust no distrito de Commewijne. Ele saiu cedo naquele dia para pescar no início da manhã e quando sua esposa percebeu que Nakchedi não retornou, foi na polícia.

O juíz Sieglien Wijnhard vai se pronuncia no dia 04 de dezembro sobre este caso.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar