O Ministério Público está investigando a legalidade da ação policial no caso do garimpeiro que foi baleado e morto por policiais em Royal Hill. O corpo do garimpeiro, após a autópsia, foi entregue a família. Estas informações foram anunciadas pelo ministro da Justiça e Polícia, Stuart Getrouw, na Assembléia Nacional.

PUBLICIDADE

O ministro afirmou que a polícia no local não foi confrontada com um, mas com vários grupos de garimpeiros e que ainda não está claro se os grupos se opuseram ou resistiram explicitamente à polícia.

Stuart garante a segurança na área desde que a polícia esteja no local para a aplicação da lei. O ministro dos Recursos Naturais (NH), Sergio Akiemboto, lamenta que uma pessoa tenha morrido e que equipamentos tenham sido destruídos. Segundo ele, ninguém se beneficia. Logo após o evento, uma delegação do governo concentrou-se na área. O ministro comentou sobre a Comissão do Setor de Ouro que, em sua opinião, forneceu informações sobre a situação geral dos campos de ouro. Ele observa que nem tudo correu bem e afirma que medidas serão tomadas.

O ministro afirmou que o acordo entre os ministérios dos Recursos Naturais (NH), Desenvolvimento Regional (RO) e IAMGOLD de 2017, que é a base para a paz, ainda está de pé. Em relação à situação atual, o ministro diz que a Rosebel Gold Mines parou de trabalhar na mina. A fábrica continua funcionando, mas a um ritmo baixo.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Edgar Dikan, aguarda os fatos antes de se aprofundar no assunto. Segundo ele, essa é uma questão complexa, que agora, com a recente erupção, colocou o frágil desenvolvimento do interior sob pressão. O ministro pediu a todos que mantivessem a calma. Uma boa coordenação é importante para evitar uma recorrência no futuro. O governo está atualmente se concentrando em fornecer assistência aos parentes mais próximos das vítimas para ajudar a processar o incidente de maneira apropriada.

Foto: LPM News

Deixe seu comentário abaixo.