Porto Jules Sedney — Foto: Luiz Paulo

O Ministério Público do Suriname confirmou nesta sexta-feira, dia 14, que mais uma pessoa foi presa, acusada de envolvimento na interceptação de madeira, que seria enviada ilegalmente em contêineres. A operação aconteceu no final do mês de abril, no porto Jules Sedney, em Paramaribo.

Com mais essa prisão, ao todo, já são dez presos no esquema criminoso. Seis detenções aconteceram na quarta e outras três na quinta-feira (13). O destino da carga e nem o tempo em que os operadores da quadrilha estavam atuando no porto foram divulgados pelas autoridades.

Publicidade

Comentar

Comentar