Cabeças começam a rolar na investigação conduzida pelo Ministério Público no caso de fraude na EBS.

Trata-se de Dick Van Kanten, diretor da “NV Groenlândia”, que foi preso por ordem do Ministério Público e está sob custódia da polícia.

A empresa de Kanten é acusada de ter recebido mais SRD 22 milhões para a entrega de geradores de emergência para escolas do Suriname, mas estes geradores nunca foram entregues. A promotoria tem fortes indícios de que isto constitui fraude, e foi motivo suficiente para decretar a prisão do acusado.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar