Foi anunciado nesta quarta-feira (30), o resultado da reunião, ocorrida na quarta-feira passada (23), entre a subdireção dos Centros Juvenis do Ministério do Trabalho, Emprego e Assuntos Juvenis (AWJ) que iniciou conversas com a Associação Nacional de Organizações de Bem-Estar (NVWO) e a Plataforma de Organizações de Bairro. 

Wilgo Koster, presidente da Plataforma de Organizações de Bairros, e Ivanildo Plein, presidente da Associação Nacional de Organizações de Solidariedade Social, chamaram a atenção para as consequências negativas da estagnação do trabalho juvenil nos bairros, devido à questões políticas do país e à pandemia da Covid -19. 

Com base nisso, foi acordado que as partes devem trabalhar juntas de forma estrutural no interesse do bem-estar do público-alvo, a fim de melhorar suas estruturas internas, com prioridade para fortalecer a capacidade das organizações de bairro afiliadas. 

Isso deve resultar na continuação do trabalho com jovens, especialmente em circunstâncias imprevistas. Em consulta, o ministério examinará como esse apoio pode ser fornecido, levando em consideração uma estrutura em que ambas as partes se comprometam com suas responsabilidades umas com as outras.

Comentar

Comentar