Programado para retornar à normalidade no próximo dia 15 de abril, as aulas no Suriname vão continuar suspensas. Foi o que anunciou a ministra da Educação, Ciência e Cultura, Lilian Ferrier, durante coletiva de imprensa da equipe nacional de gestão da Covid-19, nesta quinta-feira, dia 2.

A ministra apontou razões para manter as escolas fechadas, entre as quais, o transporte de crianças em ônibus e a quantidade de alunos em sala, que pode chegar até 40 pessoas. Uma das alternativas é disponibilizar aulas pela televisão para evitar o atraso no cumprimento do calendário escolar.

De acordo com Lilian, esse formato via televisão deve começar acontecer na próxima semana para as turmas de quinta e sexta série do ensino fundamental. Para viabilizar a transmissão, a pasta da educação contará com dezoito pacotes de streaming. “Os professores terão que seguir esse caminho de educação”, concluiu.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar