Militares do Suriname recebem orientação e fazem cadastro para a vacinação contra a Covid-19
Publicidade

Como parte da conscientização contra a Covid-19, o Departamento de Defesa realizou uma série de palestras nesta terça-feira, dia 6, para educar a equipe sobre a vacinação. Que no Suriname está acontecendo com a Oxford/Astrazeneca.

Os militares e civis, em seguida, tiveram a oportunidade de se registrar para receber o imunizante. Segundo o representante da categoria, o major Eleen Simson, médico do Exército Nacional, os soldados têm a liberdade de escolha para vacinar contra o vírus.

Publicidade

“Pessoas com mais de 60 e mais de 40 anos com a doença se enquadram no grupo prioritário. Todos os militares reformados com mais de 60 anos que deram o seu nome serão nomeados. E todos os maiores de 40 anos que indicaram ter algum problema também são encaminhados”, adiantou.

Na terça-feira, 45 pessoas se inscreveram no ministério na Kwattaweg. O major Samson e a tenente Sherilyn Djojomoenawi estiveram encarregados da sessão de informações. Eles também ouviram e responderam a várias perguntas das tropas. A intenção é tirar todas as dúvidas.

“Enquanto a campanha de vacinação continuar, qualquer pessoa pode se cadastrar. Em seguida, você pode entrar em contato com a Linha Direta de Defesa da Covid no número de contato 8410952. O registro online também é possível em www.laatjevaccineren.sr”, finalizou Simson.

 

 

Comentar

Comentar