Fenômeno passou para a categoria 1 e tem ventos de 120 km/h, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA.

Maria se tornou um furacão neste domingo (17) enquanto se dirigia para o leste do Caribe, com ventos de 120 km/h, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Publicidade

Às 21h GMT (18h de Brasília), Maria passou para a categoria 1 (em uma escala de 5) e se localizava a 225 km de Barbados, indicou o NHC.

“De acordo com a previsão de sua trajetória, o olho do furacão Maria deve passar acima das Ilhas de Sotavento na segunda-feira à noite e terça-feira na extremidade nordeste do Mar do Caribe”, afirmou o NHC.

Alertas de furacão foram acionados em Saint Kitts e Nevis, bem como em Montserrat (Reino Unido).

Também entraram em estado de alerta as Ilhas Virgens britânicas e americanas, as ilhas francesas de Guadalupe e Martinica, Antígua e Barbuda, Santa Lúcia, assim como Saint-Eustache e Saba nas Antilhas holandesas.

França, Grã-Bretanha e Holanda foram severamente criticadas após a passagem do furacão Irma que devastou seus territórios há dez dias.

Os governos desses países são acusados de demorar para enviar ajuda e reforços policiais para as ilhas, mergulhadas no caos e, por vezes, entregues a saques após o furacão, que deixou quarenta mortos no Caribe.

Furacão José

O furacão de categoria 1 José mantém a trajetória com direção norte, com uma velocidade de translação de 15 km/h, e está 575 km/h ao sudeste do Cabo Hatteras, na Carolina do Norte. José se fortaleceu levemente nas últimas horas e apresenta ventos máximos sustentados de 150 km/h e deve permanecer como furacão durante os próximos dias.

Enquanto isso, Lee se debilitou nas últimas horas e foi rebaixado a depressão tropical em direção oeste a 13 km/h, sem representar uma ameaça para zonas povoadas.

Situada ao oeste-sudoeste de Cabo Verde, em frente ao litoral nordeste africano, Lee tem ventos máximos sustentados de 55 km/h, com sequências mais fortes, e são esperadas poucas mudanças de intensidade durante os próximos dois dias.

Fonte: G

Comentar

Comentar