Chan Santokhi — Foto: Luiz Paulo

As leis e regulamentos que garantem que as mulheres tenham oportunidades iguais aos homens terão que ser adaptados. Foi o que disse a presidente Chan Santokhi nesta segunda-feira (8), quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher em grande parte do mundo.

Ainda durante a sessão na Assembleia Nacional do Suriname (DNA), o chefe de estado destacou a igualdade entre os sexos. “Mais igualdade no local de trabalho e no domínio das condições de emprego, igualdade de oportunidades e combate ao teto de vidro nos setores público e privado”, reiterou.

Publicidade

A participação igual de todos os grupos e camadas na tomada de decisões e o desenvolvimento e fortalecimento da justiça social são questões que podem ser promovidas com novas leis e regulamentos, completou Santokhi. “A nossa legislação deve prever a realização da igualdade de gênero”.

Ele observou que as mulheres ainda são frequentemente vítimas de crime, violência e tráfico de pessoas. “Como sociedade, devemos assumir uma posição inequívoca contra isso. Além disso, o assédio sexual no local de trabalho ainda é muito comum, assim como a violência doméstica”, finalizou.

Comentar

Comentar