— Foto: Luiz Paulo

O ano letivo vai retornar para 144 mil alunos do Suriname a partir do próximo dia 1º de outubro. Foi o que anunciou a ministra da Educação, Ciência e Cultura, Marie Levens, durante uma coletiva de imprensa. As medidas de segurança e combate à Covid-19 serão respeitadas, a exemplo do uso de máscara para crianças a partir de seis anos.

A volta das atividades vai movimentar mais de 10 mil professores e 5.150 servidores públicos da educação em mais de 574 escolas em todo o Suriname. “Em consulta com o Ministério da Saúde e outros especialistas, as escolas tornaram-se mais seguras em termos de tecnologia, pessoal e educacional”, disse a ministra.

Publicidade

“As escolas são bem limpas e medidas adicionais de higiene foram tomadas. Por exemplo, os banheiros foram colocados em ordem e todas as pias têm torneira com água corrente e sabão, para que as crianças e professores possam lavar as mãos. Todos que entrarem no terreno da escola terão as mãos limpas”, completou.

— Foto: Luiz Paulo

Além da cobertura para boca e nariz, cada aluno terá uma garrafinha de desinfetante à base de álcool. “Como em todos os lugares, também temos que manter uma distância de um metro e meio na escola: na sala de aula, nos intervalos e também perto de pias e banheiros”, finalizou Marie Levens.

Comentar

Comentar