O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou que o decreto do lockdown em Belém e mais nove municípios paraenses será prorrogado por mais uma semana. As medidas encerrariam no próximo domingo (17). Agora seguem até o dia 24 de maio. O anúncio foi feito pelas redes sociais no fim da manhã desta sexta-feira (15).

O decreto começou a valer no dia 7 de maio e desde o último domingo (10) ficou mais rígido, com implantação de barreiras e aplicação de multas para quem descumprisse as normas.

Publicidade

De acordo com o governador, as taxas de isolamento subiram mas ainda não são suficientes. “Nós instituímos o lockdown em 10 municípios em que a média de pessoas infectadas é 50% maior que a média do estado. Neste dias nós tivemos o aumento do isolamento social, 53 mil pessoas a mais em isolamento só em Belém. Em todo o estado foram mais de 186 mil pessoas que aderiram junto conosco. Isso significa mais gente se protegendo, porém a gente precisa fazer mais.”, revelou.

Diante do crescente número de óbitos em todo o estado, o governador anunciou mais uma semana de restrição. Ao invés de encerrar neste domingo, o lockdown vai até o dia 24 de maio, totalizando 17 dias de vigência do decreto.

“Minha gratidão pela compreensão e pela adesão, mas ao mesmo tempo o meu apelo, o meu pedido. A gente precisa fazer um pouco mais de esforço. Isso ainda não é o suficiente. Mais uma semana de esforço, que eu sei que é muito sofrido, mas é necessário. Eu tenho certeza que com esse esforço nós vamos diminuir o número de mortes, diminuir a pressão sobre o sistema de saúde público e privado”, pediu.

Isolamento reduz durante lockdown

Uma semana após a implementação no lockdown em Belém, a capital paraense registrou, na última quarta-feira (13) a terceira queda consecutiva na taxa de isolamento social. Os dados, que foram divulgados nesta quinta-feira (14) pela Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup), revelam que apenas 54% da população da cidade cumpriu a recomendação de ficar em casa.

Apesar da fiscalização, o índice de isolamento social em todo o estado também reduziu. Menos da metade da população ficou em casa última quarta-feira (13), a taxa de isolamento foi de 49,5%. Devido a esse resultado, o pico da doença se distanciou do previsto.

Com uma taxa de isolamento instável, o pico da pandemia da Covid-19 no Pará ainda não é visualizada por pesquisadores. Estudos apontam que o estado pode chegar a 19 mil casos e 2 mil mortes até a próxima quarta-feira (20), mas esse ainda não será o início da recessão de notificações.

Em 10 municípios

O decreto estadual, publicado pelo Governo do Pará prevê a suspensão total dos serviços não essenciais em Belém e em outros nove municípios. Veja a lista:

  • Belém
  • Ananindeua
  • Marituba
  • Benevides
  • Santa Bárbara do Pará
  • Santa Izabel do Pará
  • Castanhal
  • Santo Antônio do Tauá
  • Vigia de Nazaré
  • Breves

Os municípios atingidos pelas novas medidas estão com uma média de casos do novo coronavírus acima das médias estadual e nacional. A do Pará é de 51 para cada 100 mil habitantes. As cidades citadas no decreto tem índices de 75 ou mais casos para cada 100 mil.

As penalidades previstas para quem descumprir o ‘lockdown’ são: advertência, multa diária de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas, a ser duplicada por cada reincidência; e, multa diária de R$ 150 para pessoas físicas, MEI, ME, e EPP’s, a ser duplicada por cada reincidência; embargo e/ou interdição de estabelecimentos.

De acordo com a Segup, de 00h01 às 12h desta quinta-feira (14), 113 multas foram aplicadas por desobediência ao ‘lockdown’, todas para pessoas físicas. Desde domingo (10), já foram registradas 867 multas.

Fonte: G1 Pará
Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar