A polícia israelense deteve dezesseis adolescentes suspeitos de terem pichado e ateado fogo no templo católico. Os menores já eram conhecidos por atos de vandalismo.

O templo de Tabgha, situado próximo do Mar da Galileia, no centro de Israel, e onde a Igreja Católica estabelece como o local do milagre da multiplicação dos pães e dos peixes de Jesus Cristo, amanheceu nesta quinta-feira com parte de suas instalações atingidas por um incêndio, comunicou o porta-voz da polícia israelense, Micky Rosenfeld.

Publicidade

O policial revelou que foram encontradas algumas pichações em hebraico em uma das fachadas do templo. A suspeita é que o incêndio foi proposital. Poucas horas mais tarde, a polícia israelense deteve dezesseis menores relacionados com o incêndio. O jornal israelense Yedioth Ahronoth informou que os jovens são conhecidos pela polícia por praticarem atos de vandalismo.

O lugar santo ao norte do Mar da Galileia indica o ponto onde Jesus multiplicou cinco pães e dois peixes para repartir entre a multidão que o acompanhava. Da antiga capela original de Tabgha, construída no século IV a.C., só restam ruínas de suas fundações. A estrutura atual foi construída em 1933 após estudos arqueológicos apontarem Tabgha como o local onde teria acontecido o milagre. O templo tem um mosaico em alusão à multiplicação de Cristo e é muito visitado por turistas que vão a Israel.

Recentemente, um cemitério cristão situado na cidade de Kufr Birim, também no norte de Israel, foi atacado e vários de seus túmulos foram depredados no sétimo incidente deste tipo registrado desde 2006, apontou o porta-voz da Igreja Católica de Israel, o padre Wadie Abunasar.

O porta-voz se deslocou até a igreja para observar os efeitos do ato de vandalismo. “Estamos agradecidos pelos esforços das autoridades israelenses, mas esperamos que haja consequências. Seguiremos o caso de perto porque achamos que chegou o momento em que o Estado de Israel tem que tratar estes assuntos de maneira séria”, disse Abunasar.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Veja

Comentar

Comentar