O Hospital St. Vincentius aumentou a atenção e os cuidados com idosos nesses últimos dias através de uma iniciativa especial da especialista em medicina para idosos, Dra. Leny Soeterbroek, da Holanda. Análises feitas com a população mostrou que o cuidado com idosos vem se tornando cada vez mais importantes devido ao envelhecimento da população e a pouca relevância dada ao tema até então.

Publicidade

Segundo o hospital, o atendimento a idosos no Suriname precisa ser uma das prioridades nos próximos anos. Levantamentos mostram que a falta de cuidados e auxilio a idosos hospitalizados tem sido um alerta. Após serem internados eles acabam ficando sozinhos, sem acompanhamento de filhos ou familiares. Ocorrendo isso também quando os idosos saem do hospital, muitos continuam sem apoio e sem os cuidados básicos de saúde. No pós-hospitalar quando se utiliza de seguradoras para esse apoio o atendimento profissional é por tempo limitado e se for necessário dar sequência se torna muito caro.

Hoje no Suriname não existem clínicas especializadas em trabalho com pessoas da terceira idade, por esse motivo quando eles necessitam de cuidados básicos ou cuidados médicos, todos são encaminhados para asilos onde são feitos os procedimentos. O cuidado com o idoso tornou-se uma questão social e médica no país.

Com o objetivo de atender melhor essa faixa etária a Dra. Leny, treinou enfermeiras do departamento interno do hospital St. Vincentius nas últimas quatro semanas para capacitá-las e prepará-las á cuidar dos idosos no hospital.

Nesse momento é possível ver que os idosos pouco lembrados pela sociedade voltaram a ter notoriedade e maiores cuidados.

Foto: Arquivo LPM NEWS

Comentar

Comentar