“Estamos agora trabalhando com o IDB (Inter Amerikaanse Ontwikkelingsbank) para captação de energia solar em Atjoni” Disse, Willy Duiker, Diretor da Companhia de Energia do Suriname (EBS no lançamento do projeto primeira semana de energia solar no Suriname.

Com o projeto de produção de energia solar, Atjoni terá continuamente acesso à eletricidade. “Um dos maiores desafios que temos agora é poder ter energia sete dias por semana durante 24 horas.

Publicidade

“Acreditamos que isso pode ser possível dentro do prazo de um ano”. Duiker acredita que com um fornecimento contínuo de energia, isto se tornará um incentivo para empresários e moradores da região começarem a utilizar o potencial de desenvolvimento que ainda não está disponível pela escassez de energia na região. Com eletricidade disponível o lugar terá mais atividades econômicas, afirma Duiker.

O diretor da (EBS) disse que isso é o  “princípio de universal acesso”: cada cidadão do Suriname tem direito a 24 horas de eletricidade durante sete dias por semana. “Queremos trazer energia para todas as partes do Suriname. Isto deve seguir um estudo de abordagem sistemática, como avaliar a situação atual e quanto vai ser necessário” disse o diretor da (EBS).

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar