Médicos e pacientes  do Mungra Hospital Regional Nickerie Lachmipersad (LMSZN) receberão atendimento modernizado com a nova aquisição do hospital.
O Mungra Hospital Regional Nickerie Lachmipersad (LMSZN) atingiu um marco histórico com a aquisição de uma moderna maquina de tomografia computadorizada da marca Siemens que já está em uso. O sonho do diretor Antoine Elias tornou-se realidade. Elias disse que este é o melhor de todos os projetos realizados pelo LMSZN.
O importante é que o médico não precisa mais esperar em media quatro horas para determinar um diagnóstico. De acordo com o radiologista, Jerry Jessurun, presidente da Sociedade Caribe of Radiologists (CSR) e diretor de Serviços do Caribe e do Suriname Digital & Interventional Tele-radiológicos, esta conquista prova que o LMSZN pode pertencer a seleta categoria de hospitais que podem mostrar um diagnóstico dentro de 5 segundos por um radiologista.O diretor de vendas da Siemens Ger Joosten, ficou particularmente surpreso com a velocidade e habilidade no desenvolvimento e  instalação da maquina de tomografia computadorizada.
Os membros da Assembleia Rasheed Doekhie, Refano Wongsoredjo e Premdew Lachman também testemunharam o evento. Michel Blokland Ministro da Saúde, disse que Elias e o conselho do LMSZN continuam a surpreendê-lo. “Eu ainda acho o LMSZN é um pequeno hospital com grandes feitos.” Afirmou Blokland.  Edmund Leilis, Ministro da Administração Interna que representou o presidente Bouterse, fez a leitura do discurso do presidente onde foi enfatizada a política do Governo em relação à saúde pública. Foi dito também que o LMSZN até agora tem conseguido implementar a política do governo. Quatro pessoas já se beneficiaram da maquina de tomografia computadorizada a partir de 19 de maio.
O custo com ambulância para Paramaribo será drasticamente reduzido. A maquina de tomografia computadorizada e a instalação custaram ao LMSZN a soma de 380.000 Euros.
Com o portal de noticias LPM NEWS você fica sabendo das principais noticias do Suriname.
Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar