A vítima já passou por nove cirurgias e só deve receber alta em dezembro.

um caso assustador em Joinville, em Santa Catarina (SC). Uma mulher pode ficar cega após ter sido atacada com óleo quente misturado com ácido pelo marido em Joinville, no interior de Santa Catarina.

Publicidade

Desde janeiro, quando o fato aconteceu, a vítima já passou por nove cirurgias e só deve receber alta em dezembro deste ano.

Lauri Amado de Souza Nery foi acusado por tentativa de homicídio triplamente qualificado, lesão corporal e ameaça porque teria jogado óleo quente sobre a ex-companheira, ferido a filha dela e ameaçado um cunhado. Na madrugada do dia 28 de janeiro de 2015, Nery invadiu a casa da moça, esquentou óleo na cozinha, misturou com ácido e jogou em Maria de Fátima.

Ela teve 40% do corpo queimado e continua internada desde janeiro. Já a filha sofreu ferimento no pé, depois de pisar na mistura que havia caído no chão.

Maria de Fátima precisa refazer os enxertos de pele porque o material foi rejeitado por seu corpo. A Justiça decidiu que ele vai a júri popular e aguardará o julgamento em liberdade.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: R7

Comentar

Comentar