O acusado, após o termino do relacionamento começou a divulgar fotos da ex-namorada nua como uma forma de vingança.  

A vítima, de 18 anos de idade, registrou uma queixa e o ex-namorado que tinha quase o dobro da sua idade foi preso pela polícia.

Publicidade

O caso foi registrado na delegacia do Latour na quinta-feira (27) e o acusado foi preso neste sábado, 29 de julho, depois que a polícia confiscou o celular do ex-namorado e encontrou as fotos da garota que foram tiradas enquanto ela dormia na casa do ex-namorado.

De acordo com relato da vítima, eles tiveram um relacionamento que durou onze meses, mas por causa das agressões e ameaças frequentes, a garota decidiu terminar o relacionamento e desde então passou a ser perseguida e ameaçada pelo ex-namorado que não se conformava com o fim do namoro. A garota disse para a polícia que as fotos tiradas com o celular do acusado, foram tiradas enquanto ela dormia e portanto sem o seu consentimento. O homem tentou negar as acusações, mas a polícia ao confiscar o celular do acusado, encontrou as fotos que estavam sendo compartilhadas com outras pessoas em sites e aplicativos de smartphone, como o WhatsApp.

O número de vítimas de “nude selfie” e “sexting” – compartilhamento de fotos íntimas em sites e aplicativos de smartphone, como o WhatsApp – mais que dobrou nos últimos anos. A divulgação de fotos, vídeos e outros materiais com teor sexual sem o consentimento do dono pode ser interpretada pela Justiça como crime, de acordo com várias leis e o ato pode ser classificado como difamação ou injúria.

Deixe o seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar