spot_img
spot_img

Homem acusado de estuprar a sobrinha confessou o crime a polícia do Suriname

Atualizado há

Na audiência de segunda-feira, 16 de fevereiro, o acusado R.N., declarou que assinou a confissão de culpa sem ter lido primeiro o documento.

R.N. disse que foi pressionado pela polícia para fazer a sua declaração. O acusado admitiu que beijou e agarrou a sua sobrinha menor de idade, mas alegou que os agentes só iam deixar ele ir, se ele falasse a verdade.

A juíza Maytrie Kuldipsingh disse que R.N., assinou a sua própria sentença de culpa e durante a audiência, o acusado negou ter cometido os crimes. A vítima, no entanto, afirmou que ela foi abusada sexualmente dos seis anos de idade até os dez anos pelo suspeito. De acordo com R.N., que nega o acontecido, ele está preocupado porque ele não teve nenhum contato com a criança. O acusado disse ainda que a menina mente muito e acredita que um tal D., fez com que a menina se voltasse contra ele, já que ele tinha tido uma briga com D.

Segundo a menina, R.N., arrastava ela para um quarto onde o acusado abusava dela. R.N., negou isso e disse que não tentou beijar e agarrar a garota. Um certo P.M., tio da vítima, disse à polícia que ele teve relações sexuais várias vezes com sua sobrinha.

Este caso irá a juízo novamente no dia 16 de março.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App