O Parlamento Amazônico (Parlamaz) – grupo de deputados e senadores de oito países – também vai acompanhar as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde 5 de junho.

Segundo o presidente do Parlamaz, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), o grupo irá até a região do Vale do Javari, junto com a comissão externa no Senado, para averiguar o trabalho da Polícia Federal e da Polícia Civil.

Publicidade

O Parlamaz é um grupo composto por oito amazônicos: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela.

“Precisamos esclarecer à sociedade o que houve. Eu sou presidente do Parlamaz, são oito países que têm território amazônico e os parlamentares internacionais também estão me demandando”, afirmou o senador durante a reunião semipresencial do colegiado desta amanhã (15).

Comentar

Comentar