Ao todo, 43 estudantes surinameses estão em solo chinês.

Por conta do surto do vírus corona, todos os 43 estudantes surinameses que estão na China foram orientados a permanecerem no país asiático, seguindo as determinações de quarentena. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, dia 03, em Paramaribo, por representantes dos Ministérios da Educação Ciência e Cultura, e das Redações Exteriores.

De acordo com o governo do Suriname, os familiares dos estudantes foram comunicados da medida, que visa prevenir e controlar a chegada do vírus no país. Segundo o interino da pasta da Educação, Andre Misiekaba, informou que a saída dos estudantes culminaria em uma viagem de muitas horas entre embarques e desembarques domésticos, o que facilitaria a contaminação.

Publicidade

O governo chinês, por outro lado, baixou uma determinação impedindo a entrada e saída de pessoas do país. Uma quarentena de duas semanas também foi adotada. Uma série de medidas de controle e prevenção está sendo instituída até que a situação seja normalizada. No Suriname, o governo criou uma comissão relacionada ao vírus.

A equipe em Paramaribo confirmou não existir nenhum indício do vírus e, de forma preventiva, seguiu as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), inclusive, com protocolo e treinamento de pessoal da área da saúde. Na reunião para falar dos estudantes surinameses, os familiares, ao final, mencionaram a preocupação com a situação dos parentes.

Foto: NII

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar