O comércio irregular de câmbio no Suriname será fiscalizado com maior rigor, anunciou o governo do país na última sexta-feira, dia 13. Denúncias recentes mostram que, ao invés de ser vendido a SRD 18,50 e SRD 18,60, o dolar e o euro, respectivamente, estão chegando até a mão do consumidor próximo dos SRD 20, quase 10% mais caro.

“O governo já conversou com as autoridades monetárias sobre isso e vai reprimir esses infratores. Já foram feitas prisões e o dinheiro foi apreendido. Após uma batida no distrito de Commewijne pelos serviços judiciais, o empresário P. foi preso”, anunciou um porta-voz do governo do Suriname, durante uma entrevista.

Publicidade

De acordo com o governo, em certos locais para transações sem dinheiro a uma taxa de SRD 18,50, há muitos dólares americanos em estoque. “O governo está pedindo aos detentores de câmbio que mantenham a taxa unificada e não se envolvam em comércio ilegal de moeda. A comunidade também é convidada a não usar esses serviços ilegais”, concluiu.

 

Comentar

Comentar