Orlando Jacott — Foto: Luiz Paulo

O governo do Suriname afirmou que será mais rigoroso durante o bloqueio total após receber denúncias de conivência de policiais para a realização de festas ilegais. Nesta sexta-feira, dia 9, a população terá que estar em casa até 20h e só poderá sair novamente, para fins essenciais, a partir das 5h.

“Fomos informados de que, em alguns casos, as autoridades aceitam ‘presentes’ para silenciar. A polícia vai agir severamente. Não podemos estar em todos os lugares, mas vamos agir com rigor”, adiantou o comandante regional de Paramaribo, Orlando Jacott.

Na última terça-feira, a polícia impediu a realização de uma festa em Paramaribo Norte. “Mais de cem pessoas estavam presentes. Todos os participantes da festa foram dispensados. O proprietário deve pagar multa de SRD 5000”, completou Jacott.

Jacott também relata festas ilegais em Paramaribo-Sul. Só em março, 481 homens e 152 mulheres foram autuados. Todos os infratores tiveram que pagar uma multa mínima de SRD 350. “No fim de semana da Páscoa, 210 infratores foram denunciados, a maioria deles do sexo masculino”, concluiu.

Comentar

Comentar