Mesmo com as medidas de segurança e prevenção da Covid-19 prorrogadas por mais 14 dias no Suriname, o governo do país estuda de que forma as ações poderão ser relaxadas no futuro. De acordo com Danielle Veira, diretora da Segurança Nacional, o papel da população será fundamental para que sejam instituídos os próximos passos.

“O relaxamento das medidas depende da extensão em que os cidadãos do Suriname aderem às medidas de ordem e segurança para manter o Covid-19 fora das fronteiras. A equipe de gerenciamento de crises do Covid-19 ouve médicos que aconselham o que é melhor para o Suriname no momento”, disse.

Publicidade

Leia também:

Segundo Danielle, as fronteiras seguirão fechadas e as reuniões devem ter, no máximo, dez pessoas com o devido distanciamento social. “O bloqueio parcial não pretende ser desagradável contra civis. Desde o primeiro caso positivo de Covid-19 no Suriname, o país está atualmente na segunda extensão do bloqueio parcial”, finalizou.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar