Suriname tem os maiores impostos corporativos para pequenos negócios da América do Sul. — Foto: LPM News

Das várias propostas apresentadas pelo governo nas últimas semanas ficou decidido pelo reajuste dos servidores nacionais em 17%, que representa, ao final, média de 20%. A informação foi confirmada pelo departamento de comunicação do Suriname no começo desta semana.

Outra medida são os limites de isenção de impostos, que também foram de forma que nenhum tributo seja pago por pessoas que recebem menos de SRD 4 mil. Os limites de isenção de impostos dos demais escalões também foram ajustados, anunciou o governo do Suriname.

Publicidade

Os serviços de segurança, em particular, estão insatisfeitos com o resultado das negociações. Para chegar a um acordo sobre uma rodada salarial, o Órgão de Negociação do Governo (OO) conversou com Ravaksur, o CLO, o FOLS, BvL/ALS, OSAV, o COL, o Sindicato da Polícia e vários outros sindicatos.

“Embora a vontade dos sindicatos inicialmente não estivesse próxima das propostas da OO, após algumas rodadas de consulta em clima construtivo foi possível superar as diferenças e chegar a um acordo sobre o reajuste salarial a ser concedido”, diz o governo.

Comentar

Comentar