Publicidade

O governo e o Conselho de Sindicatos do Suriname (Ravaksur) chegaram a uma solução provisória para atender a classe trabalhadora. O subsídio atual de SRD 100 será acrescido de mais SRD 700, totalizando SRD 800. O valor do repasse será líquido, ou seja, livre de impostos.

Albert Ramdin, do governo Santokhi, preside a equipe do agrupamento de ministros, que consulta e negocia com o Ravaksur. Ele reconhece que “esta solução provisória não agrada muito as duas partes”, mas ressalta que novas discussões estão em andamento no processo de recuperação econômica.

Publicidade

De acordo com o ministro, “o valor provisório foi acordado com base em boas consultas e um bom entendimento da situação. Mas esta é uma compensação provisória. Sabemos que é preciso fazer mais, mas enquanto caminhamos para a saúde, esperamos fazer um pouco mais pela sociedade”, concluiu.

Comentar

Comentar