Atualmente existem dois casos confirmados no estado.

Em Belém, Helder Barbalho, governador do Pará, acionou a Justiça neste sábado (21) com uma medida cautelar para obrigar a União a dar condições aos passageiros que estarão no voo que sairá do Suriname com destino a capital paraense neste domingo, dia 22. O motivo é a prevenção do Covid-19.

PUBLICIDADE / ADVERTENTIE

De acordo com Barbalho, o estado não foi avisado acerca da operação da companhia SLM. Por conta disso, a procuradoria geral do estado pede que o governo federal se responsabilize pelos passageiros a partir do desembarque, garantindo o isolamento no Hospital da Aeronáutica de Belém (HABE)

Ainda no documento, se o HABE não dispuser de condições, que a União encontre outro local adequado para prover dos cuidados exigidos no combate a proliferação do vírus. Atualmente, no Pará, existem dois casos confirmados da doença e mais de 80 em análises.

Brasileiros fazem fila

Desde as primeiras horas deste sábado, dezenas de brasileiros fizeram fila no ponto de venda de passagens, na sede da SLM, para o voo que segue para Belém e volta ao Suriname no domingo. O atendimento, no entanto, começou apenas por volta do meio dia.

Foto/vídeo: Reprodução/Helder Barbalho

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui