Ministério das Finanças — Foto: Luiz Paulo

O Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) deram sinal verde ao Suriname para ajudar na reconstrução do país. Na última semana, Armand Achaibersing, novo ministro de Finanças e Planejamento, esteve reunido com representantes das duas instituições.

Achaibersing explicou as linhas gerais do programa de desenvolvimento do Suriname e os preparativos por parte do Ministério para retomar os laços com o FMI. “A cooperação deve ajudar a restaurar o ambiente macroeconômico para a saúde. Isso inclui trabalhar em direção a um orçamento equilibrado”, disse.

“Também inclui a restauração da dívida administrável, uma taxa de câmbio estável e realista e a reconstrução da reserva monetária. Isso terá que ser feito de tal maneira que a crise não pese mais sobre os ombros dos socialmente fracos”, completou. Uma nova reunião deve acontecer para bater o martelo.

 

Comentar

Comentar