Brasileiros no Suriname e na Guiana Francesa ficaram sensibilizados com a trágica situação da brasileira Maria Goreth da Silva Varela (Foto).

Com a ajuda da família e de amigos no Suriname, a notícia sobre a brasileira que foi picada por uma cobra em um garimpo do Suriname e está desenganada pelos médicos na Guiana Francesa, ficou conhecida pelos leitores do jornal LPM NEWS no dia 28 de março.

Publicidade

Na manhã de sexta-feira (6), o filho da brasileira, Rômulo Péricles Varela Gomes, que mora na cidade de Belém do Pará, nos informou que a notícia publicada no jornal sensibilizou um grande número de pessoas que se prontificaram a ajudar financeiramente para que ele pudesse viajar até a cidade de Caiena, na Guiana Francesa, onde sua mãe está internada aguardando a presença de alguém da família.

“Eu gostaria de deixar aqui toda minha gratidão às pessoas que se sensibilizaram e se dispuseram a ajudar a família neste momento difícil que estamos atravessando. Estou aqui pra dizer muito obrigado também à todos que se dispuseram ajudar com palavras de coragem e força”, agradeceu Rômulo através de mensagem enviada pelo aplicativo de mensagens WhatsApp na sexta-feira (6).

Rômulo relatou á nossa redação que recebeu ajuda não só de pessoas no Suriname como também de brasileiros que moram na cidade de Caiena que se colocaram á disposição para ajudá-lo durante o período que ele precisar ficar na Guiana Francesa. “Quero agradecer e parabenizar também o jornal LPM NEWS pelo ótimo trabalho e pela seriedade com os leitores. Agradeço também, principalmente a Elmaris e Paulinho, dois anjos que Deus colocou na vida da minha família e muitas outras pessoas que estão dispondo do seu precioso tempo para ajudar a minha mãe”, disse Rômulo agradecido pelo resultado alcançado através da campanha pela vida da brasileira Maria Goreth da Silva Varela (Foto). Rômulo informou ainda que estará viajando para Caiena neste final de semana e estará informando através do jornal LPM NEWS a respeito da atual situação de saúde de sua mãe.

Maria Goreth da Silva Varela (Foto), de 48 anos de idade, veio para o Suriname há mais de 10 anos e sempre trabalhou nos garimpos até ser picada por uma cobra venenosa no mês de fevereiro deste ano. Após ser socorrida, a brasileira ficou internada no hospital em Saint Laurent e depois disso, Maria Goreth teve uma piora considerável e foi transferida para a cidade de Caiena onde permanece internada na UTI daquele hospital até a presente data. De acordo com Rômulo, médicos do hospital em Caiena entraram em contato com a família informando que o quadro clínico de sua mãe é irreversível porque os rins e o cérebro de Maria Goreth pararam de funcionar fazendo com que a brasileira esteja sendo mantida viva por meio de aparelhos.

O jornal LPM NEWS agradece a todos os leitores que se sensibilizaram e ajudaram a família que não tinha recursos financeiros para custear a passagem e a estadia de um membro da família na Guiana Francesa. Estaremos voltando com mais informações sobre este caso conforme as informações repassadas pela família.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar