Rishiradj R. e Aroena K., são ex-funcionários da HSDS, e na quinta-feira, 5 de fevereiro, foram ouvidos pelo juiz Sieglien Wijnhard.

Os dois são acusados de desviar mercadorias e um montante de dinheiro da empresa HSDS. Rishiradj R. e o seu comparsa foram supervisores do deposito central onde eram responsaveis pela importação e exportação de mercadorias do depósito através de um sistema de voucher. O juíz Wijnhard perguntou a eles sobre as notas fiscais e a quantidade de dinheiro que eles levaram da empresa.

Publicidade

O juíz Wijnhard, perguntou primeiro a Rishiradj R., que desviou da empresa uma quantia de SRD 16.900 de um grande cliente da HSDS. Segundo Richiradj R., ele tinha recebido as notas fiscais em fevereiro de 2014 de Aroena K., para recolher o dinheiro, mas Aroena K. já tinha sido despedida da empresa. Para as empresas, as mercadorias tinham sido entregues sem as notas fiscais e nem todas as notas fiscais possuíam um endereço, enquanto que isso era muito necessário. Rishiradj R. teria ficado com um dos televisores que era para a empresa ”Suralco” sem permissão. O acusado alegou ter tido permissão de Aroena K.

Haverá uma nova audiência sobre este caso no dia 19 de março.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar