A estátua do ex-líder sindical Cyrill Daal ganhou um novo lugar no Pater Weidmanplein na Rua Dr. Sophie Redmond. A estátua ficava no terreno da União Geral dos Movimentos Sindicais do Suriname (AVVS De Moederbond) na J. Lachmonstraat. 

Tanto a diretoria do Moederbond, a administração da Assuria N.V. quanto a família do falecido Daal concordaram que a estátua merecia um lugar melhor e público. Após coordenação com a Direção da Cultura e a Comissão de Preservação do Património, decidiu-se posicionar a estátua na Weidmanplein, onde já existem vários monumentos de dirigentes sindicais importantes. Uma cerimônia foi realizada na quinta-feira (24) para comemorar a mudança da estátua.

O Ministro Steven Mac Andrew, responsável pela política de trabalho, esteve presente nesta cerimónia e indicou que a mudança da estátua de um local privado para um local público aumentará a visibilidade da estátua em homenagem ao líder. 

O ministro aproveitou ainda a ocasião para realçar a importância do diálogo social e referiu-se neste contexto ao conceito de Trabalho Digno, com o qual os parceiros sociais se comprometeram. Mac Andrew também mencionou que se reúne com a RAVAKSUR quase todos os meses para discutir questões trabalhistas, a fim de abordar as questões discutidas por meio de consulta e colaboração.

Carmen Daal, filha do dirigente sindical falecido, ficou feliz com o lugar público que a estátua ganhou. O presidente do Moederbond, Errol Snijders, e Mario Merhai, CEO da Assuria N.V, estão convencidos de que com o novo local para a estátua, o nome deste líder sindical não desaparecerá da história do Suriname. A estátua foi feita pelo renomado artista Erwien de Vries.

Comentar

Comentar