A pós cinco anos, o estado americano de Oklahoma anunciou, na última quinta-feira (13), que vai voltar a executar presos condenados à pena de morte com injeções letais. As execuções estavam suspensas desde 2015, depois de uma série de erros durante a aplicação das substâncias.

As autoridades de Oklahoma é um dos estados que mais aplicam a pena de morte nos Estados Unidos, e informaram disseram que agora têm acesso às drogas necessárias para aplicar a pena nos presos já condenados.

De acordo com o governador  Kevin Stitt, as execuções devem ocorrer dentro de 150 dias (cinco meses), quando acaba a proibição determinada pela Justiça. “Eu acredito que a pena capital é apropriada para os crimes mais hediondos, e é nosso dever enquanto oficiais de estado obedecer às leis do estado de Oklahoma e cumprir essa tarefa sombria”, declarou o governador em uma coletiva de imprensa na capital estadual, Oklahoma City.

Fonte: Dol

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar