Na segunda-feira, 2 de fevereiro, uma grande parte da equipe da casa de repouso “Ashiana” parou de trabalhar.

Apesar da greve, os funcionários continuam cuidando dos idosos. A equipe que está em greve disse que eles sabem de suas responsabilidades, portanto, eles não abandonaram os idosos.

Publicidade

Os funcionários descontentes foram para o gabinete do presidente apresentar uma petição, uma vez que eles estão cansados da longa espera. Os trabalhadores querem que o presidente Desi Bouterse intervenha neste caso. Enquanto isso, eles manterão a greve.

De acordo com a equipe, eles trabalham em condições terríveis, o risco de contaminação é real, há uma escassez de equipamentos, e há também uma aguda escassez de pessoal qualificado. Todos estes obstáculos são conhecidos pelo conselho, no entanto, não é abordado de forma rápida, de acordo com os grevistas. Em agosto de 2015, eles terão à próxima negociação entre o sindicato e a administração.

A greve da equipe vai continuar até que haja um acordo definitivo.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar