Foto: Reprodução

A Agência de Energia da Guiana (GEA) concedeu um contrato EPC para os projetos hidrelétricos Kumu, de 1,5 MW. e Moco Moco, de 0,7 MW. A vencedora foi a Vidullanka, com uma oferta de US$ 12,9 milhões, segundo informações do Junta Administrativa Nacional para Aquisições e Licitações.

A BNamericas informou anteriormente que três grupos haviam apresentado propostas na licitação, lançada em março. Já a Guyana Power & Light (GPL) prorrogou até 15 de dezembro o prazo para apresentação de propostas no edital para a construção de uma usina de geração de energia a óleo combustível pesado de 25 MW.

Na frente de hidrocarbonetos upstream, a Eco (Atlantic) Oil & Gas disse em uma atualização que, juntamente com seus parceiros de joint venture no bloco offshore de Orinduik, está traçando planos para perfurar pelo menos um poço como parte da próxima fase de exploração que começa em 2023.

Suriname

No vizinho Suriname, o BID aprovou fundos de cooperação técnica anunciados anteriormente para expandir o acesso a eletricidade, água potável e serviços de comunicação acessíveis, confiáveis, limpos e sustentáveis no interior.

O banco de desenvolvimento também autorizou fundos de cooperação técnica para apoiar o Ministério de Recursos Naturais e a concessionária de energia estatal EBS na execução oportuna de aquisições, supervisão e fechamento de contratos de projetos para o setor energético.

Comentar

Comentar