Foto: CDS

O governo do Suriname concedeu poder mais severo de fiscalização aos agentes públicos que flagrarem descumprimentos das regras do país. Agora, os técnicos podem determinar o fechamento preventivo de estabelecimentos, sobretudo, em meio à pandemia da Covid-19.

As autoridades podem também aplicar multas administrativas aos empregadores. “Desnecessário dizer que a adesão aos protocolos da Covid-19 é obrigatória. Isso para proteger tanto os empregadores como os empregados, mas também os cidadãos que utilizam os serviços”, disse o governo.

Publicidade

“Após o aumento de casos positivos de Covid-19 nas últimas semanas, a inspeção está sendo acelerada e ocorrerá diariamente. Na verificação do cumprimento dos protocolos, também são tidos em consideração a higiene e os documentos relevantes da empresa e dos colaboradores”, completou.

Em caso de perigo imediato, onde os protocolos não estão sendo observados, será determinado o fechamento do local. “Se necessário, medidas duras serão tomadas pela saúde de cada cidadão. Isso visa limitar a propagação do vírus e garantir uma sociedade saudável”, finalizou.

Comentar

Comentar