As primeiras 1.500 cestas de alimentos serão enviadas para mais de cinco mil pessoas afetadas pelas enchentes no interior do Suriname.

O presidente Desi Bouterse fez um apelo na última segunda-feira aos empresários surinameses para ajudar o governo a socorrer cerca de 1.225 famílias que enfrentam grandes dificuldades com as enchentes no interior do país.

Publicidade

As primeiras 1.500 cestas foram encomendadas pelo governo, mas a Câmara de Comércio e Indústria (KKF) já começou a recolher os donativos de várias empresas que responderam ao pedido de ajuda do presidente.

O capitão do Centro de Coordenação Nacional de Desastres (NCCR), está supervisionando o processo de carregamento e despacho das cestas básicas para a s famílias no interior. As cestas de alimentos são compostas basicamente de arroz, óleo, sardinha, peixe salgado, sal, farinha e água e as primeiros quinhentas cestas foram carregadas e despachadas na segunda-feira por transporte terrestre.

Partes do interior já estão a vários dias sob a água. Os rios transbordaram devido às fortes chuvas e governo realizou uma reunião extraordinária para abordar a situação.

A Câmara de Comércio do Suriname (KKF) através dos empresários está apoiando a ação do governo por meio da criação de um fundo de emergência para as vítimas das enchentes este ano.

Os alimentos podem ser entregues diariamente na Câmara de Comércio no horário das 8:00 às 15:00 hs.

Foto: Xaverio Mathurin

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar