Foto: Reprodução

A CSA Ocean Sciences concluiu um programa de avaliação ambiental (EAP) para a TotalEnergies e a parceira APA Corp no Bloco 58, distante cerca de 115 km da costa do Suriname. 

O EAP incluiu uma avaliação de impacto ambiental e social (ESIA) para uma pesquisa sísmica 3D proposta. O escritório da CSA em Trinidad gerenciou os componentes técnicos da campanha ESIA. O documento ESIA descreve as atividades propostas, que incluem possíveis técnicas de streamer e/ou nó do fundo do oceano (OBN), a estrutura legislativa e regulatória para operações sísmicas e o ambiente marinho de linha de base (condições físicas, químicas e biológicas).

Publicidade

O programa incluiu a organização de reuniões de consulta pública, pesquisas de base social, estudos de apoio e workshops para informar melhor a ESIA. Além disso, a equipe avaliou os impactos ambientais e sociais da aquisição de streamer OBN/3D a partir de uma perspectiva baseada em risco, em colaboração com consultores e o operador.

“Acrescentando mais complexidade ao ESIA foi a necessidade de realizar modelagem acústica para avaliar os potenciais impactos do ruído em vários grupos de mamíferos, antes de formular medidas de mitigação apropriadas para proteger as populações locais”, disse Candice Leung Chee, CEO da CSA Trinidad.

“O ESIA também avaliou descobertas de um novo estudo de modelagem de densidade de tartarugas realizado na costa do Suriname, que apoiou ainda mais uma avaliação dos impactos potenciais em vários grupos de tartarugas marinhas durante e fora da época de nidificação”.

O ESIA foi submetido ao Instituto Nacional de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Suriname.

Comentar

Comentar