Foto: Reprodução

Uma campanha de perfuração de exploração e avaliação de 12 poços no bloco offshore da Guiana Kaieteur está programada para começar no quarto trimestre deste ano.

Isso está de acordo com um resumo atualizado do projeto apresentado pela Esso Exploration and Production Guyana à Agência de Proteção Ambiental do país (EPA) como parte de um pedido de autorização ambiental.

Publicidade

A subsidiária da ExxonMobil é a operadora da área em águas profundas. Os outros parceiros são Ratio Guyana, Cataleya Energy e Hess. Kaieteur fica a 200 km da costa e faz fronteira com os blocos Stabroek e Canje.

A EPA disse que “o projeto não afetará significativamente o meio ambiente ou a saúde humana. Está, portanto, isento da exigência de uma avaliação de impacto ambiental (EIA)”, mas será necessária uma avaliação ambiental e um plano de gestão.

A EPA abriu uma consulta de 30 dias para apresentar recursos contra a decisão de que um EIA não é necessário.

Comentar

Comentar